Muitos comentam sobre as dificuldades de se empreender no Brasil; taxas, impostos, prazos para importação e burocracia são temas sempre lembrados. É muito comum também mencionarem que, devido a essas dificuldades, uma empresa brasileira só atinge seu grau de maturidade após sete anos de atuação sólida.

Então, o que falar sobre uma história de mais de quatro décadas trabalhando não somente com importação e comercialização de itens de tecnologia, como também de investimento na produção local através de uma linha própria de manufatura?

Ao longo de 41 anos que foram completados no mês de outubro, a Sunnyvale superou muitos desafios, mas colheu inúmeras conquistas, tornando-se uma das principais referências no Brasil na comercialização e desenvolvimento de soluções de automação para codificação industrial, embalagens, sistemas de inspeção e controle qualidade, automação nos processos de paletização, pós-venda e serviços de técnicos de instalação e manutenção próprios, especializados em cada uma dessas áreas.

Fundada em  São Paulo em 24 de outubro de 1978 pelo Sr. Luiz Mititomo Nishikawa, a Sunnyvale desde o princípio manteve o foco na importação, revenda e prestação de serviço com foco em equipamentos de alta tecnologia para atender as necessidades que o mercado brasileiro começava a apresentar. Mais do que isso, primou sempre pela escolha de parceiros renomados, cuja qualidade dos produtos é amplamente reconhecida em todo o mundo.

É o caso da Domino, Foxjet, Sic Marking, Digi, Fugi, Anritsu, Webomatic, entre outras.

Sunnyvale comemora 41 anos

Preparando-se para o futuro

Em mais de quatro décadas, o mercado mudou. Os processos se tornaram mais automatizados, os equipamentos ganharam design compacto e, na contramão, tornaram-se mais velozes e assertivos. Além disso, o novo milênio também abriu novas possibilidades de negócios por meio de tecnologias disruptivas, que unem eficiência de hardware e inteligência de software. Ou seja, o novo se faz presente, e é preciso estar preparado para seguir adiante.

Dessa forma, como uma empresa que nunca parou de se reinventar, a Sunnyvale anunciou, em 2018, o início de uma reestruturação administrativa, com mudanças em sua diretoria e ampliação de alguns focos de negócios.

Claudia Nishikawa está à frente da Diretoria Geral da empresa, capitaneando algumas mudanças importantes para preparar a Sunnyvale para os novos desafios do mercado, coordenando mais de 150 colaboradores diretos e uma infraestrutura que reúne escritório administrativo em São Paulo e uma fábrica com 10 mil m² em Itaquaquecetuba.