Por: Sawgrass

Por que é necessário que as empresas de decoração de produtos gerenciem cores ao trabalhar com impressão por sublimação? Existem muitas razões para isso, desde a necessidade de converter as cores da tela para a impressora, até o processo de sublimação em si, que não permite mostrar a verdadeira cor da tinta até depois de aplicar calor e pressão. No âmbito do Mês da Gestão de Cores Digitais, o Sawgrass explica o processo de gerenciamento de cores e por que é tão importante que as empresas de decoração de produtos entendam e apliquem corretamente.

O que é gerenciamento de cores?

Gerenciamento de cores na impressão por sublimação

As cores vistas na tela nunca correspondem exatamente às dos trabalhos impressos.Isso ocorre porque as cores das telas são geradas pela combinação de três cores: vermelho, verde e azul (RGB). Em contraste, as impressoras digitais usam entre quatro e oito cores de tinta para reproduzir a imagem na tela. CMYK (ciano, magenta, amarelo e preto) é o padrão para impressão digital em quatro cores.

Monitores de computador emitem cores na forma de luz RGB. Embora todas as cores do espectro visível possam ser produzidas pela combinação de luz vermelha, verde e azul, os monitores só são capazes de reproduzir uma gama limitada de cores do espectro visível.

Os produtos impressos absorvem ou refletem comprimentos específicos de luz, ao contrário de uma tela que emite luz. Os pigmentos ou corantes das cores ciano, magenta e amarelo funcionam como filtros, subtraindo da luz branca diferentes tons de vermelho, verde e azul para produzir uma faixa seletiva de cores espectrais.

Como você pode ver, há uma clara diferença no funcionamento de ambas as formas de gerar cores. Um é aditivo; o outro é subtrativo. Na decoração de produtos digitais, o design é feito em um ambiente aditivo (RGB); mais tarde, a impressora e o software convertem essas cores para que possam ser usadas em um ambiente subtrativo (CMYK). O gerenciamento (ou correção de cor) é o processo de ajustar essa transformação cromática para que ela produza resultados da mais alta qualidade no substrato escolhido.

Desafios específicos colocados pela sublimação

Com a sublimação de tintas, outro elemento do processo de controle de cores entra em cena. Quando o papel de transferência de sublimação de tintas é passado no substrato, a tinta é transformada em um gás que adere aos polímeros do substrato.Durante esse processo de “gaseificação”, algumas cores são transformadas; portanto, o produto acabado não se parece com a imagem original na tela.

Você também pode perceber que as cores da tinta impressa no papel de transferência são bem diferentes da imagem final criada pela aplicação de calor e pressão. Isso se deve às características químicas do processo de sublimação de tinta e é outro fator que requer a aplicação de um processo de correção de cores.

Com a sublimação, esses problemas devem ser abordados em cada combinação de tintas e impressoras específicas. Em circunstâncias extremas, pode ser necessário corrigir a cor para todas as combinações de substratos e tintas de impressora e transferir papel. De qualquer forma, uma série de testes exaustivos mostrou que, na maioria dos casos, um papel de transferência de boa qualidade não afeta a cor final. É por isso que recomendamos usar apenas papel de alta qualidade.